Bem vindo!

 Uma questão de Saúde!

Antes de chegar até nós a água que consumimos passa por um processo de tratamento e filtragem por parte da companhia de abastecimento, mas, ao ficar armazenada exige cuidados diários e especiais para continuar própria ao consumo e evitar riscos à saúde.

Questão legal e cuidados

Em todo condomínio existem cisternas e caixas d'água, boa parte das pessoas sabem o que são e para que servem, porém, o que poucos sabem ou se dão conta,  intuito deste artigo, são os cuidados exigidos com a estrutura,  equipamentos  e supervisão da qualidade da água armazenada que devemos ter diariamente e além de tudo que já foi dito ou é sabido também é uma Obrigação Legal do condomínio exigindo por parte de sua administração muita responsabilidade e cuidados diários.

Legislação

Em Santa Catarina temos a Lei 4783/95 que fixa a obrigatoriedade de limpeza das caixas D’água, e estipula:

1º - Ficam os edifícios residenciais/comerciais e repartições públicas situados dentro do município, obrigados a realizarem a limpeza e desinfecção, das cisternas e caixas de águas, de 6 (seis) em 6 (seis) meses.

A Lei 4783 sofreu alterações e inclusões pela Lei 6853/2005 onde podemos destacar os artigos:

2º - O art. 3º da Lei n° 4783, de 23 de novembro de 1995, passa a vigorar com a seguinte redação:
“Art. 3º - Os serviços previstos nesta Lei deverão ser executados por empresas devidamente licenciadas pela Divisão de Vigilância Sanitária, da Secretaria Municipal de Saúde. ”(NR)
3º - O art. 4º da Lei n° 4783, de 23 de novembro de 1995, passa a ter a seguinte redação:
“Art. 4º - Os edifícios residenciais, comerciais e repartições públicas, ficam obrigados a apresentar certificado de execução dos serviços previstos nesta Lei. ”(NR)

Além da legislação estadual também a Organização Mundial da Saúde recomenda:

Realizar a cada seis meses a limpeza e desinfecção dos reservatórios domiciliares. Para reservatórios acima de 5.000 litros sugerimos a contratação de empresa especializada em limpeza de caixas d’ água.

Manutenção

Rotina de verificação: 

  • Reservatórios: Deve ser feita inspeção visual diária, prestando atenção à: Rachaduras, tampas de inspeção abertas (podem entrar insetos) e  também na incidência de luz solar (causa a proliferação de micro-organismos que acabam contaminando a água).
  • Aspecto físico da água: Não é raro haver algum problema na rede de abastecimento pública e a  água chegar até a cisterna com aspecto barrento comprometendo a limpeza dos reservatórios assim contaminando a água.

OBS. Neste caso uma alternativa que vem sendo cada vez mais adotada é a instalação de filtros de entrada, que como diz o nome, serve para filtrar a água antes desta chegar aos reservatórios.

  • Rede hidráulica: Verificar o sistema procurando por pontos de vazamentos.
  • Boias: Efetuar teste manualmente verificando se o dispositivo está funcionando corretamente.
  • Bombas: A equipe local deve testar o sistema pelo menos 1 vez por semana. O ideal é que o condomínio tenha contrato com uma empresa especializada prevendo visitas semanais e atendimento de plantão 24 hs.

Diferença entre Cisterna e Caixa D'água

Apesar de parecerem sinônimos e ambas serem reservatórios de água estas possuem funções  específicas.

Caixa D'água (Reservatório superior)

Sua função é armazenar a água e abastecer o imóvel, sobretudo em dias em que o fornecimento público é escasso ou interrompido.

Cisterna (Reservatório inferior)

Alem de reservatório de água a  cisterna pode ser usada de usada de outras formas, como por exemplo: em sistemas para captação de água da chuva e reuso.

Resumo

  1. As caixas de água e cisternas devem ser limpas a cada 6 meses;
  2. A garantia da qualidade da água é questão de saúde e obrigação legal;
  3. A empresa que efetua a limpeza das caixas deve ser credenciada;
  4. O atestado deve ficar fixo em local acessível;
  5. Os moradores e usuários devem participar, fiscalizando como a administração está tratando este assunto.
Scroll to top